Zootecnistas explicam o mito do hormônio na carne de frango

10/11/2013 11:09

    Um dos maiores mitos presentes entre consumidores é o de que frangos criados em granja tomam algum tipo de hormônio. Leigos, relacionam o grande potencial de crescimento dos frangos (que atualmente alcançam quase 3 kg em pouco mais que 40 dias de idade), com a utilização de hormônio de crescimento na alimentação animal. Até mesmo profissionais com competências para atuar com alimentação e nutrição como médicos e nutricionistas divulgam notícias e artigos com informações erradas alertando sobre os perigos do consumo de "frango com hormônio", indicando-os como prejudiciais à saúde humana. 

    A IN nº 17 de 2004 do Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento, proíbe a administração, por qualquer meio, na alimentação e produção de aves, de substâncias com efeitos tireostáticos, androgênicos, estrogênicos ou gestagênicos, bem como de substâncias ß-agonistas, com a finalidade de estimular o crescimento e a eficiência alimentar.

    O avanço da zootecnia foi o principal responsável pelo aumento de produtividade na avicultura de corte e pela grande evolução avícola brasileira decorrente de fatores como melhorias na infraestrutura, ambiência, nutrição, melhoramento genético, sanidade e entendimento das relações destes conhecimentos através do manejo da produção destes animais.

    Para saber mais sobre o assunto, Zootecnistas esclarecem aos profissionais e consumidores quanto à realidade da produção de frangos sem uso de hormônios  resgatando a credibilidade de todo o sistema produtivo avícola e desmistificam as informações errôneas sobre consumo da carne:

 

O mito do hormônio no frango

Dr. Antônio Samarão – Zootecnista Fiscal Federal Agropecuário no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento- MAPA.

 

Frango com hormônio não existe

Dr. Antônio Gilberto Bertechini, Zootecnista e professor da Universidade Federal de Lavras UFLA.

 

Carne de frango tem ou não tem hormônios?

Dra. Sulivan Pereira Alves, Zootecnista -Coordenadora técnica da ABEF – Associação Brasileira dos Produtores e Exportadores de Frangos.