Zootecnista ensina como evitar brigas entre cães

05/04/2016 14:38

briga entrecaes Como evitar brigas entre cães?

Quem possui mais de um cão em casa sabe que, algumas vezes, ocorrem pequenos “desentendimentos”. Rosnados, algumas mordidas, e até brigas sérias.

Existem algumas formas de diminuir a incidência desses casos.

Para quem tem um cachorro, e deseja adquirir outro, o ideal é procurar um animal com características bem diferentes daquele que já está em casa. Se a pessoa tem um macho, dominante e de pequeno porte, o melhor seria adquirir uma fêmea, submissa, de porte maior. Dessa forma, as chances de brigas sérias é menor. Na hora de apresentar os animais também é bom ter alguns cuidados. Aproximá-los aos poucos, em um ambiente neutro, que não seja considerado território por nenhum dos dois. Então, passear com ambos, lado a lado, e ir recompensando comportamentos que mostrem tranquilidade em ambos. Nessa fase inicial, o ideal é contar com o auxílio de um profissional, para fazer a aproximação de forma gradativa, sem riscos.

Para cães que já convivem, algumas situações podem gerar brigas:

- Alimentação: os cães devem ser alimentados sob supervisão, cada um com seu pote, em horários determinados. A ração que sobra deve ser retirada. Se o alimento fica disponível, pode acontecer de um dos animais ficar possessivo e cuidando do pote de ração, agredindo o outro quando passar por perto;

- Brinquedos e outros objetos: alguns cães são possessivos por natureza, e acabam tomando conta de diversos objetos. Dessa forma, o treino seria associar a aproximação do outro cachorro com uma recompensa para aquele que já esta com o objeto. Lembre-se de só recompensar quando animal não tiver reação agressiva com a proximidade do outro;

- Atenção do proprietário: em alguns casos, os cães começam a brigar assim que o proprietário chega, ou quando ele vai fazer carinho em um deles. Nesse caso, o ideal seria treinar os animais para que eles fiquem menos ansiosos com a chegada, e associar que toda vez que eles estão próximos, ambos ganham carinho, mas se eles resolverem brigar, levam bronca e o carinho cessa imediatamente.

No caso das brigas, ou qualquer outro problema que envolva agressividade ou perigo para os animais ou para as pessoas, conte sempre com a ajuda de um profissional. Assim, o treino será mais eficiente e seguro para todos.

Caroline Serratto

Zootecnista, escritora e adestradora

Caroline Serratto - Colunista do Guia do Bebê

Caroline Serratto é zootecnista e autora de artigos sobre comportamento animal em diversas publicações do segmento pet. É adestradora da Cão Cidadão, franquia de adestramento criada por Alexandre Rossi, o Dr. Pet da TV Record.