Zootecnista assume Associação Goiana de Piscicultura

16/02/2016 13:38

O Zootecnista e mestre em Aquicultura Continental, Paulo Roberto Silveira Filho assumiu, no último dia 29 de janeiro, a presidência da Associação Goiana de Piscicultura (AGP), pelos próximos dois anos. O desafio prioritário é auxiliar os piscicultores de Goiás na busca pela licença ambiental para criação de peixes, principalmente a tilápia, espécie em evidência atualmente. Outro desafio é a redução da carga tributária, que fica em torno de 12% em Goiás, enquanto em outros Estados o imposto não chega a 7%.

Goiás produziu, segundo o IBGE de 2013, 23 mil toneladas de peixes, sendo 30% de tilápia. Apesar do país monopolizar a competitividade no mundo, por ser o único com 12% de água doce disponível no planeta, receber luz solar durante todo o ano em cerca de 70% de seu território e contar com altíssima produção de grãos (componentes da ração), a produção brasileira de 707 mil toneladas por ano, segundo FAO 2014, ficou atrás das produções de países como Bangladesh e Filipinas. Entre as prioridades da nova diretoria da AGP estão: diminuir a burocracia do licenciamento ambiental para a atividade e reduzir as altas cargas tributárias praticadas no Estado. “O piscicultor quer produzir o peixe legalmente e competir de igual para igual com os produtores de outros Estados, mas devido aos entraves praticados pela Secretaria de Meio Ambiente de Goiás, esta disputa tem sido injusta”, argumentou o Zootecnista.

Fonte: CRMV - GO