A missão da Zootecnia - Rural News

17/10/2013 19:42

Olhando-se a Zootecnia, retrocedendo-se a tempos remotos, pode-se perceber com muita clareza a grande diferença na produção animal daqueles tempos, em relação a atual exploração racional, econômica e eficiente dos animais domésticos. 

Sendo o animal doméstico o objeto da Zootecnia, seu melhoramento é dinâmico e evolui a medida da necessidade do homem moderno, pois sua exigência é cada vez maior e o desafio da Zootecnia imperativo. 

Não fossem os árduos estudos com pesquisas científicas e não teríamos em nossas mesas os excelentes produtos de origem animal, com fartura, em todo o mundo e de excelente qualidade. 

A conquista da biologia e outras ciências que auxiliam e apoiam a Zootecnia, foi um passo decisivo para o aprimoramento cada vez maior desta ciência, para valorizar, maximizar e otimizar nutrientes que não poderiam estar plenamente disponíveis ao corpo animal, se não fossem as pesquisas diversas em todo o mundo para solucionar os difíceis problemas da "fome dos rebanhos". 

Assim, a Zootecnia otimizou e valorizou subprodutos e resíduos agropecuários, aparentemente sem nenhuma utilidade na alimentação humana e os transformou em carne, leite e lã, etc. a exemplo do bagaço de cana-de-açúcar, quando convenientemente e tecnicamente utilizado na alimentação de ruminantes. O autor em seu livro "Tratamento de subprodutos e resíduos agropecuários com solução de uréia" preconiza e doutrina as bases do aproveitamento dessa biomassa na alimentação animal. 

Desta forma, a Zootecnia é uma fonte inesgotável de riqueza para o Brasil e para todo o mundo, melhorando a qualidade de vida de bilhões de pessoas na terra, quando têm em suas mesas nobres alimentos ricos em proteínas, vitaminas, minerais, e outros nutrientes, produtos comestíveis, oriundos dos animais domésticos, através da exploração dos mesmos. 

O relevante papel social que a Zootecnia ocupa no contexto mundial é indiscutível pois, a cada ano que passa, a população mundial cresce e a agricultura e pecuária necessitam superar este crescimento de maneira a sobrepujar as carências em proteínas e outros nutrientes, em quantidade e qualidade suficientes para atender a demanda do homem. 

A Zootecnia é uma das bases estruturais que podem permitir a fixação do homem à terra, evitando os grandes êxodos dos campos para as cidades, minimizando ou exterminando as favelas nos grandes centros urbanos, pois é mais barato ao governo manter o homem no campo, que os gastos sociais com estes nas cidades. Pois, além das enfermidades contraídas devido as péssimas condições de moradia, aliada à fome, a grande tendência a delinqüir acompanha-lhe os passos todos os dias. Despreparados, para a vida na cidade, o homem tende a mendigar, pois não encontra neste meio, sua aptidão e vocação natural: o campo, de onde retira seu sustento e manutenção familiar, por mais árduo e difícil que seja o seu trabalho. 

 

O êxito da Zootecnia é o resultado do processo de domesticação dos animais que acompanham os homens desde os primórdios de sua civilização. 

Cabe à Zootecnia constatar e ajudar a resolver problemas que muito afligem ao homem e a sociedade moderna, como o fantasma da fome, que ameaça a população de todo o planeta. 

O número de Zootecnistas no Brasil ainda é muito pequeno em função da demanda Nacional. Obter produtos de origem animal de excelente qualidade e em quantidade suficiente para suprir as necessidades dos brasileiros é uma necessidade vital para minimizar a fome e o alto índice de mortalidade infantil que é uma realidade em nosso país, especialmente no Nordeste brasileiro. A Zootecnia contribui decisivamente no resgate da cidadania e na esperança de uma vida melhor, sem fome, violência, miséria ou convulsão social, propiciando bem estar e desenvolvimento Nacional. 

Todo dia 13 de maio, o Zootecnista merece saudação. Assim o congratulamos nesta data na qual se comemora o dia do Zootecnista. Que a mesma signifique, em um futuro não muito remoto, a redenção da sociedade e que o programa governamental "FOME ZERO" tenha em suas bases a Zootecnia como sua principal parceira e aliada no combate à fome e à miséria e assim possa definitivamente terminar com a exclusão social para uma parte de nossos irmãos brasileiros. 

Enfim, esta nobre, preciosa, árdua e brilhante profissão, escraviza o Zootecnista por sua forte paixão à esta ciência, quando desbrava, descobre, pesquisa e fomenta a produção animal com novos valores e conceitos de produção. Dignifica o homem e oferece à sociedade uma qualidade de vida melhor. 

Zootecnista, a vossa valorosa profissão só estará completa e sua missão cumprida, no dia em que o último dos brasileiro afirmar que não mais sente fome.

autor: Onaldo Souza
data: 25/09/2013

Fonte: Rural News