Uso de tecnologia otimiza espaços em projetos de agricultura familiar

19/04/2013 16:33

Uma atividade desenvolvida pela Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado do Pará (Emater) está mudando a realidade de uma unidade de produção de familiar em Castanhal, no nordeste paraense. Com a orientação de uma equipe técnica multidisciplinar, o casal Antonio Maciel e Deise Silva, proprietário de uma área na comunidade Itaqui, está mudando o sistema de produção e adotando o cultivo sustentável. A lavoura agora obedece aos moldes agroecológicos, utilizando o mínimo de área desmatada e otimizando os espaços para a introdução essências florestais, frutíferas, criação de pequenos animais, apicultura, e ainda aproveita tudo o que a natureza oferece no local, onde predominam espécies florestais como ipê, acapu, andiroba e murumuru.

Na propriedade, a equipe técnica aproveita todas as áreas. Nos espaços com alto declive a Emater desenvolve abacaxi em curva de nível, uma prática de conservação de solo. Na mata fechada as plantas de baixo valor econômico foram retiradas e os espaços ocupados com cupuaçu, cacau e acapu. “Enriquecemos um hectare com novas espécies sem desmatar, aproveitando todas as áreas”, disse Antonio Braga, engenheiro agrônomo da Emater.

Outro projeto desenvolvido dentro da propriedade é a criação de suínos, que agora obedece todos os critérios de higiene para a criação. “O material que utilizamos para a forragem dos suínos sofre decomposição após seis ou sete meses de uso e se transforma em adubo orgânico para ser utilizado na produção”, explica Daniel Silva, zootecnista da Emater. Para a alimentação dos animais são utilizados produtos alternativos,, como murumuru. A semente do murumuru que tem produção espontânea na propriedade, até então era desperdiçada. A adoção da ração alternativa fabricada pelos próprios agricultores diminui os custos com alimentação dos animais. “O quilo da ração comercial custa R$ 1,40, já a alternativa custa R$ 0,90”, informa o zootecnista.

Segundo dona Deise, a chegada das informações da Emater para a família tem trazido bons e grandes resultados. Os plantios e as criações agora obedecem todas as instruções técnicas e a indução de tecnologias apropriadas. “Sou de família de agricultores, mas meus pais plantavam da forma que eles achavam que era melhor. Com a chegada da Emater descobri que tudo precisa de tratamento adequado. Já estamos ganhando dinheiro com os nossos produtos”, disse a agricultora.

Texto:
Iolanda Lopes - Emater
Fone: (91) 3256- 5410 / (91) 9168-0535
Email:
iolanda1lopes@hotmail.com / ascomematerpara@gmail.com

Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural
Rod. BR 316, Km 12 S/N. Marituba-PA. CEP: 67.105-970
Fone: (91) 3256-1931 / 2644
Site:
www.emater.pa.gov.br Email: presidencia@emater.pa.gov.br / gabinete@emater.pa.gov.br