Tigelas inteligentes ajudam a balancear a alimentação de animais

09/02/2014 22:36

Uma empresa criou produtos para alimentar cães e gatos domésticos de forma inteligente e automatizada, usando para isso recursos da "internet das coisas" - dita como a próxima grande onda da tecnologia.

ReproduçãoPor enquanto a Petnet, de Los Angeles (EUA), tem apenas dois tipos de tigela, ambos a serem lançados no meio do ano. O primeiro deles, chamado SmartFeeder, é equipado com sensores, algoritmos de aprendizado e poder de processamento de dados.

Tudo isso ajuda a entender as necessidades dietéticas do animal e criar agendas de alimentação para que ele não coma muito ou pouco. Ao final de cada refeição o aparelho ainda avisa o dono, via celular, de que o bicho já terminou de comer.

O outro produto, chamado SmartBowl, faz tudo isso até a etapa da alimentação: quando chega a hora agendada ele avisa o dono do animal para que ele mesmo vá alimentá-lo. Em entrevista ao The Next Web, o cofundador e CEO da Petnet, Carlos Herrera, explicou que nem todo mundo está pronto para a automação, por isso criaram a SmartBowl.

O dono de um desses equipamentos pode controlar tudo a distância, deixando comida reservada e liberando-a enquanto estiver fora de casa, se preciso. Há mais de 10 mil pedidos de compra em 88 países só pela SmartFeeder, que custará US$ 249 mas, por enquanto, está em promoção por US$ 200. Se interessou? Clique aqui para conhecer o produto.

A Petnet prepara outros tipos de aparelhos voltados ao universo animal que usarão conceitos da "internet das coisas", mas nada pronto para ser anunciado. 


Reprodução

Fonte: http://olhardigital.uol.com.br/