Projeto de conservação instala câmeras em ninhos de papagaios-de-cara-roxa

05/03/2013 22:22

 

Objetivo é acompanhar nascimento e desenvolvimento dos filhotes e interação entre as aves

por Globo Rural On-line
Divulgação/SPVS
Papagaios-de-cara-roxa na Sociedade de Pesquisa em Vida Selvagem e Educação Ambiental (Foto: Divulgação/SPVS)

Papagaios-de-cara-roxa da Sociedade de Pesquisa em Vida Selvagem e Educação Ambiental (SPVS) têm dias de Big Brother na instituição instalada em Curitiba. Desde 2012, durante o período de reprodução da ave, uma equipe de conservação da espécie acompanha seu comportamento ao longo das 24 horas do dia. 

Câmeras foram colocadas dentro e fora de um ninho artificial de madeira para que os pesquisadores pudessem observar os animais. Os equipamentos são semelhantes aos de segurança e foram posicionados, de acordo com a SPVS, discretamente para que não perturbem o casal de aves nem os filhotes. O objetivo é registrar os cuidados dos e todas as fases de desenvolvimento – do ovo à saída do ninho.

Divulgação/SPVS
(Foto: Divulgação/SPVS)

As imagens, gravadas em um HD de computador e posteriormente assistidas pela equipe, revelam aspectos curiosos e até emocionantes da vida dos papagaios, como a maturação dos ovos, o nascimento dos filhotes e a interação entre pais e filhos. 

Além de curiosas, as informações trarão aos pesquisadores ainda mais dados sobre o comportamento da espécie. Essa nova ação do projeto conta com apoio da Fundação Loroparque – que apoia projetos de conservação de papagaios no mundo inteiro – e da ONG Brasileira Funbio - Programa TFCA (Fundo Brasileiro para Biodiversidade), que incentiva projetos de conservação no Brasil. 

Assista, abaixo, um dos vídeos e  clique 
aqui  para acessar mais.