Primeiro hambúrguer feito em laboratório é provado em Londres

06/08/2013 18:49

Gosto é próximo ao da carne bovina, mas falta gordura, dizem voluntários.
Preparo do produto foi transmitido ao vivo em evento nesta segunda (5).

  •  
  •  
Escritor de gastronomia nos EUA Josh Schonwald e pesquisadora de alimentos Hanni Rutzler, da Áustria, provam primeiro hambúrguer feito em laboratório por cientistas na Holanda (Foto: Toby Melville/Reuters)Jornalista Josh Schonwald, que escreve sobre gastronomia nos EUA, e nutricionista Hanni Rutzler, da Áustria, provam em Londres o primeiro hambúrguer feito em laboratório por holandeses (Foto: Toby Melville/Reuters)

O primeiro hambúrguer já feito em laboratório foi provado em uma conferência científica em Londres nesta segunda-feira (5). Segundo o jornalista Josh Schonwald, que escreve sobre gastronomia nos EUA e foi um dos dois voluntários a provar a carne, o produto se parece com um hambúrguer bovino tradicional, mas falta gordura.

O hambúrguer foi preparado pelo chefe de cozinha Richard McGeown, e o evento foi transmitido ao vivo em um estúdio de televisão da capital inglesa. Cada disco de carne contém cerca de 20 mil fios de proteínas cultivadas a partir de células-tronco de vaca.Já a nutricionista austríaca Hanni Ruetzler achou o gosto muito próximo ao da carne de vaca e a consistência "perfeita", apesar de não ser tão suculento.

Segundo o autor da pesquisa, o biólogo vascular Mark Post, da Universidade de Maastricht, na Holanda, a ausência da gordura realmente interfere no paladar, mas ele considera que a consistência e o sabor estão muito próximos da carne bovina normal.

"Acho que a maioria das pessoas não percebe que a atual produção de carne está em seu máximo (nível) e não vai fornecer carne suficiente para o crescimento da demanda nos próximos 40 anos. Então, precisamos chegar a uma alternativa, não há dúvida. E isso pode ser uma forma ética e ambientalmente amigável para a produção de carne", diz o autor.

O "burguer in-vitro", portanto, poderia ser uma resposta à escassez global de alimentos e também ajudar a combater as alterações climáticas.

Como foi feito
Para que o tecido da carne seja entrelaçado com os 20 mil fios de proteínas, as células são colocadas em um anel, como uma rosca, em torno de um cubo de gel de nutrientes, explicou Post.

Para preparar a carne, os cientistas misturaram a carne com outros ingredientes normalmente usados em hambúrgueres, como sal, ovo em pó e farinha de rosca. Além disso, suco de beterraba vermelha e açafrão foram adicionados para dar uma cor mais natural ao produto.

"Para termos sucesso, tem que aparentar e ter gosto da coisa verdadeira", destaca Post.

Hambúrguer de laboratório é frito e exibido ao vivo por estúdio de TV em Londres (Foto: Toby Melville/Reuters)Hambúrguer de laboratório é frito e exibido ao vivo por estúdio de TV em Londres (Foto: Toby Melville/Reuters)
Professor Mark Post, chefe da pesquisa na Universidade de Maastricht, na Holanda (Foto: David Perry/Reuters)Carne foi feita a partir de células-tronco na Universidade de Maastricht, Holanda (Foto: David Perry/Reuters)
Professor Mark Post, chefe da pesquisa na Universidade de Maastricht, na Holanda (Foto: David Perry/Reuters)Professor Mark Post, líder da pesquisa, apresenta o 1º hambúrguer de laboratório (Foto: David Perry/Reuters)
Hambúrguer é frito pelo chefe de cozinha Richard McGeown (Foto: David Perry/Reuters)Hambúrguer é frito pelo chefe de cozinha Richard McGeown, em Londres (Foto: David Perry/Reuters)
Pronto, hambúrguer parece como qualquer outro de carne bovina (Foto: David Perry/Reuters)Já pronto para comer, hambúrguer se parece com qualquer outro de carne bovina (Foto: David Perry/Reuters)