Pesquisa e crédito influenciam alta da produtividade agropecuária

05/02/2013 13:41

O Brasil e a China são os principais mercados que mais aumentaram a produtividade agropecuária entre os anos de 2001 e 2009. É o que mostrou um recente estudo de técnicos do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA). No caso brasileiro, os levantamentos apontam que fatores como a pesquisa, o crédito agrícola e as exportações influenciam diretamente nesse crescimento. A análise é da Assessoria de Gestão Estratégica do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).

A Produtividade Total dos Fatores (PTF) é o cálculo feito a partir da divisão entre a produção nas lavouras e na pecuária sobre os insumos utilizados no campo (entre os quais trabalhadores rurais, máquinas agrícolas, defensivos e fertilizantes).

De acordo com o estudo, o aumento de 1% nos gastos com pesquisa é responsável por um crescimento da PTF de até 0,35% em 10 anos, enquanto o acréscimo de 1% nos desembolsos do crédito rural (custeio, investimento e comercialização) eleva esse índice em 0,25% e o impacto das exportações em 0,14%.

“A produtividade de um país deve ser alta para tornar o produto competitivo no mercado internacional, o que explica as exportações como um fator relevante sobre os acréscimos no PTF,” explica o coordenador de Planejamento Estratégico do Mapa, José Garcia Gasques.

O crédito agrícola no Brasil aumentou de R$ 17,9 bilhões concedidos em 2001 para R$ 75,1 bilhões em 2009, alta de 319,5%. Já as exportações agropecuárias brasileiras tiveram acréscimo no período de 171,8%, passando de R$ 23,8 bilhões para R$ 64,7 bilhões.

Outros indicadores apontam melhorias nas rodovias, telecomunicações, irrigação e energia elétrica como fundamentais, além da mudança na qualidade dos insumos; deslocamento da produção para novas regiões do Norte, Centro Oeste e Centro Nordeste; e por 69,2% do perfil das pessoas ocupadas nos campos estarem na faixa etária entre 15 e 49 anos.

Brasil em destaque

Os dados levantados pelo Ministério da Agricultura baseiam-se na obra “Crescimento da Produtividade na Agricultura: Uma Perspectiva Internacional” (Productivity Growth in Agriculture: An International Perspective), que analisa a elevação da produtividade agrícola em 156 países, inclusive o Brasil.

O crescimento do Brasil quanto à produtividade total dos fatores foi de 4,04% na década 2001-2009, enquanto a taxa mundial foi de 1,84%, no período. “Brasil e China são os que mais têm elevado a produção e a produtividade, entre as maiores economias do mundo. Esse fato é atribuído aos pesados investimentos em pesquisa e extensão feitos por ambos os países”, destaca Gasques.

Clique  aqui  para baixar o artigo Produtividade e Crescimento: Algumas Comparações.

Mais informações para a imprensa:
Assessoria de Comunicação Social do Mapa
(61) 3218-3089/2203
Carlos Mota

carlos.mnascimento@agricultura.gov.br