Pecuarista terá acesso ao mapa de abate da boiada

10/08/2012 19:27

    O desenvolvimento de uma plataforma que permita que o pecuarista acompanhe o desempenho dos animais entregues para abate para o grupo JBS está entre as medidas a serem implantadas pela diretoria de relações com o pecuarista para melhorar a relação com os fornecedores.  O departamento foi criado em maio deste ano pela multinacional.

“Estamos desenvolvendo um relatório de desempenho, onde o pecuarista poderá acessar informações como os dados de rendimento de carcaça, peso, acabamento de gordura”, explica o zootecnista Eduardo Pedroso, que ao lado do engenheiro civil Fábio Maia, coordena a nova diretoria. A plataforma está em fase final de compilação e os primeiros protótipos, formatados e discutidos com alguns fornecedores, já estão funcionando em projeto-piloto.

Segundo Pedroso, a ideia é que todos os produtores possam visualizar, em um extrato, o perfil de sua produção: qual a frequência de abate dentro do nível desejado, o que ficou na média e também o volume no patamar indesejável. “A base de dados compilados será um raio-X do perfil de abates de várias regiões do País e poderá até auxiliar na formação de políticas públicas”, estima.

Nesta fase, os pagamentos não serão vinculados à qualidade da carcaça. Mas será um exercício importante para o pecuarista perceber onde deve investir mais se quiser exigir preços maiores por um produto de melhor qualidade. “Antes de vincular preço à qualidade é preciso que o setor esteja mais consciente e seja capaz de dar o valor específico à cabeceira, ao meio e ao fundo”, explica.

A princípio, o sistema será estático, com dados em PDF, mas a intenção é que o conteúdo seja disposto em um portal onde, com login e senha, o pecuarista tenha acesso às suas informações.