Leite orgânico ganha espaço na mesa dos brasileiros

06/02/2013 22:18

O leite entrou na tendência orgânica, que cresce cada vez mais no país. Sem nenhum tipo de resíduo tóxico nos processos de produção, o alimento obtido de forma natural já chega à mesa do consumidor brasileiro com selo de qualidade. A pioneira na certificação e na produção do leite orgânico é a empresa mineira Taigor's, que recebeu cerca de R$ 600 mil em financiamento da Finep – Agência Brasileira da Inovação, vinculada ao Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI).

Nesse processo de produção, as vacas ficam soltas no pasto – no qual não é usado fertilizante nem agrotóxico – e são alimentadas com ração orgânica, além de receber tratamento de base homeopática e fitoterápica.

 

Embora o preço seja mais alto para o comprador, os números mostram a aposta no mercado dos alimentos orgânicos. Mesmo representando ainda uma pequena parcela de tudo que é produzido em território nacional, o crescimento em fabricação do leite sem resíduos tóxicos chega a 250% nos últimos dez anos.

Para o diretor da Taigor's, Joselito Batista, o interesse do público contribui para o sucesso da indústria, e por essa razão, a confiabilidade no processo de industrialização do leite assegurada pelo selo de procedência é essencial.

"É a premissa básica do produto natural. O consumidor tem que saber de onde veio e em que condições foi desenvolvido o alimento que consome", explica Batista. Leia a matéria completa na edição 13 da revista Inovação em Pauta.

 

Fonte MCTI