Exportações em alta favorecem arroba no Brasil, afirma Zootecnista

14/11/2012 19:15

Embarque de volumes acima de 90 mil toneladas de carne in natura ajudam a manter o equilíbrio no mercado interno 

O aumento no volume da carne bovina in natura exportada nos últimos meses é um fator importante para manter o equilíbrio no mercado interno.  “Desde agosto a média mensal de carne bovina in natura exportada está acima de 90 mil toneladas, o que ajuda a manter o mercado interno equilibrado”, afirmou Fabiano Tito Rosa, zootecnista e gerente de pesquisa do Grupo Minerva.

De acordo com o especialista, que participou do Encontro com Analistas promovido pela Scot Consultoria nesta sexta-feira, 9, em São Paulo, o aumento no volume de carne embarcada deve se manter nos próximos meses. “Apesar de situações pontuais como a redução da demanda pela Rússia devido ao congelamento dos portos, acredito que a média ficará acima de 85 mil toneladas mensais, o que pode evitar fortes desvalorizações na arroba do boi gordo”, aponta.

Em agosto, os embarques somaram 90,6 mil toneladas, o melhor desempenho do ano para o mês. Em setembro  o volume exportado somou 90,9 mil toneladas. Dados divulgados pelo Ministério do Desenvolvimento Indústria e Comércio (MDIC) mostram que em outubro houve novo salto no volume de carne bovina in natura embarcada, de 10,7% para 100,6 mil toneladas.

Para Tito Rosa, o movimento de alta 
é reflexo do aumento da produção de carne bovina no Brasil, “além disso, o recuo na cotação da arroba e o câmbio maios favorável colaboraram para o aumento da competitividade da carne brasileira”, concluiu.

Fonte: Porta DBO