Embrapa Clima Temperado - avicultura colonial e avicultura orgânica

07/10/2015 12:53

 

A Embrapa Clima Temperado, em parceria com outras instituições públicas e privadas, vem realizando pesquisas e ações de desenvolvimento nas áreas de avicultura colonial e avicultura orgânica, buscando a geração de renda na agricultura familiar, a evolução tecnológica da agroecologia e a maior oferta de alimentos diferenciados em suas formas de produção, para os consumidores. 

Uma questão que desperta a atenção de agricultores e estimula o desenvolvimento da avicultura colonial e da avicultura orgânica, é a crescente procura dos consumidores por produtos “limpos” ou agroecológicos, livres (ou menores teores) de resíduos de agrotóxicos e baseado em modelos de produção que avancem na direção da sustentabilidade, considerada sob o ponto de vista ambiental, social e econômico
 
Avicultura Colonial
A avicultura colonial e a avicultura orgânica podem contribuir para a diversificação das atividades da agricultura familiar, especialmente nas regiões que apresentam atividades de produção centradas em monoculturas, como o caso da fumicultura, presente em toda região de agricultura familiar do RS, ou a monocultura da cebola e outras existentes no RS. A inclusão da produção de aves (carne e ovos) apresenta benefícios diversos sobre os sistemas de produção da agricultura familiar, contribuindo para a geração de renda em períodos diversos ao longo do ano, transformando resíduos de baixo valor comercial (restos de culturas como por exemplo: raízes e folhas de batata-doce, mandioca) em produtos nobres, como a carne de frango e ovos de galinhas) com proteínas de alto valor biológico e comercial. Estas produções que avançam no caminho da sustentabilidade (econômica, social e ambiental), minimizam a utilização de agrotóxicos e medicamentos preventivos, contribuindo para o abastecimento dos mercados urbanos com produtos com menor teor ou ausência de resíduos de agrotóxicos.
O sistema de criação da avicultura colonial, juntamente com as linhagens utilizadas (Frango de Corte Colonial – Embrapa 041 ou Poedeira Colonial Embrapa 051) permite que agricultores familiares, com pequenos investimentos possam integrar suas produções vegetais, com a Avicultura, independentemente da existência de empresas integradoras de maior porte. Outro fator positivo na atividade é a pouca mão-de-obra necessária para a produção, permitindo uma atividade saudável para crianças e idosos.