Ovelha dá à luz a 4 filhotes de uma vez; caso é considerado incomum

04/08/2014 21:36
 
Ovelha deu à luz a quatro fêmeas neste mês de julho (Foto:  Maria Stela Mie Iwama de Mello/Itesp )

Ovelha deu à luz a quatro fêmeas neste mês de julho (Foto: Maria Stela Mie Iwama de Mello/Itesp )

Um caso incomum aconteceu no Assentamento Estadual Santa Cristina, em Mirante do Paranapanema: uma ovelha da raça Santa Inês deu à luz a quatro fêmeas de uma vez e chamou a atenção de especialistas e quem vive no município, principalmente de quem trabalha no setor rural.

O dono dos animais é o produtor rural Maurino de Oliveira. Ele diz que se surpreendeu com a quantidade de ovelhas nascidas apesar de ser a terceira vez que o animal tem filhotes em grande quantidade. O acontecimento que alegrou a família e amigos. “Foi um milagre. Eu e a minha esposa até choramos de tanta emoção”, relata.

Oliveira diz ainda que a ovelha foi trocada com outro produtor rural que queria sacrificá-la, pois, segundo ele, “o animal dava muito trabalho”. “Eu não deixei ele matar. Ela foi criada aqui no meu terreno e nunca deu motivo de descontentamento, só alegria, como seus quadrigêmeos”, afirma.

O produtor rual ajuda a alimentar os filhotes (Foto: Maria Stela Mie Iwama de Mello/Itesp)O produtor rural ajuda a alimentar os filhotes
(Foto: Maria Stela Mie Iwama de Mello/Itesp)

Por conta do nascimento, o produtor tem que ajudar diariamente na alimentação dos filhotes. “Apesar de ela dar muito leite, o animal não consegue amamentar os quatro filhotes de uma vez. Então, eu ajudo a criar esses 'milagres'”, comenta.

A gestação foi trabalhosa, segundo Oliveira, e os donos precisaram ter cautela ao ajudar no parto. “Primeiro nasceu uma bem fraquinha, que minha mulher até precisou dar leite na mamadeira. Demos o nome de Morena. Em seguida, vieram mais três”, conta.

Os quadrigêmeos chamaram a atenção dos moradores do município. Filhos, netos e amigos foram até o assentamento visitá-los. “Até algumas pessoas que eu não conheço vieram aqui verificar esse acontecimento incomum para a região”, diz.

Especialista
Conforme o zootecnista da Fundação Instituto de Terras do Estado de São Paulo (Itesp), Eduardo Encarnação Lopes, o fato é considerado incomum no Oeste Paulista, já que foram registrados apenas nascimentos de trigêmeos. Segundo ele, a probabilidade de uma ovelha desta raça dar à luz a quadrigêmeos é de uma em 2 mil. “Foi um caso inusitado que despertou a curiosidade de profissionais da área e também da população de Mirante”, conta Lopes.

O produtor rural participou de um programa realizado pela Fundação Itesp (Foto: Maria Stela Mie Iwama de Mello/Itesp)O produtor rural participou de um programa realizado pela Fundação Itesp (Foto: Maria Stela Mie Iwama de Mello/Itesp)FONTE G1